Toyota rompe barreira dos 50 milhões de unidades da linha Corolla

Liderado pelo sedã médio, o Toyota e carro mais vendido do mundo conquistam a marca depois de 55 anos e 12 gerações apresentadas e ainda contando

A Toyota comemorou o marco de 50 milhões de unidades vendidas do Corolla, um dos carros mais importantes das últimas décadas. Ao longo dos seus 55 anos de vida, é como se a cada um ano dos cinquenta e cinco tivesse vendido cerca de 900 mil unidades do Corolla. Claro que esse resultado não foi desta maneira. Com a expansão da Toyota e do próprio Corolla, o carro ganhou terreno em uma série de mercados.

Só em 2019, último ano que pode ser usado como parâmetro ideal antes da instabilidade da pandemia, ele vendeu 1.236.980 unidades. Ano passado, com vendas levemente afetadas, os Corollas venderam juntos 1.134.262 unidades.

Hoje, a estatística é que a cada 28 segundos se venda uma unidade do Corolla no mundo. E claro, os 50 milhões incluem a linha Corolla que conta com o Corolla, Corolla Hatch, Corolla Touring Sports e a extinta Corolla Verso. O Corolla Cross também deve ser contabilizado nestes números

Vendido em 150 países e produzido em 12 fábricas ao redor do mundo, o sedã lançado em 1966 se expandiu e começou a ser exportado ainda no seu ano de estreia no Japão. As primeiras 15 unidades tiveram como destino, a Austrália. Aqui, a Toyota trouxe o sedã em 1992, importado e em sua sétima geração. Passou a produzido nacionalmente em 1998, já na oitava geração. Desde então, ele é produzido em Indaiatuba (SP).

Desde 2002, quando a Fenabrave registra os dados de vendas dos carros, o Toyota Corolla já emplacou quase 960 mil unidades. Se unir com os outros dez anos que o sedã já tinha de mercado, ou ele já bateu 1 milhão de unidades ou está muito próximo desta marca.

Em sua 12º geração, lançada aqui em 2019, o Corolla inovou ao trazer o motor híbrido flex, o primeiro do mundo. E a liderança dos sedãs médios está, de maneira ininterrupta para o Toyota, desde 2014.

 

Via  Auto+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar