Com cuscuz coletivo, 27º Grito dos Excluídos unificará movimentos sociais em Petrolina

Com o lema ‘Vida em Primeiro Lugar!’,  o 27º Grito dos Excluídos será marcado por atos e manifestações descentralizadas em todo o país. Petrolina, como este Blog divulgou ontem (5), também reforçará o ato público nesta terça-feira (7), Dia da Independência do país. A mobilização está sendo organizada por um grupo de mais de 20 organizações e acontecerá a partir das 6h na Praça da Juventude, Bairro João de Deus, na zona oeste da cidade. Realizado desde o dia 7 de setembro de 1995, o Grito deste ano, mais uma vez, se soma à campanha “Fora Bolsonaro”. Os preparativos já começaram no último final de semana, com atividades na ocupação Salinas, no Bairro Pedro Raimundo, também na zona oeste (foto).

Já na manhã de hoje (6), os organizadores se reuniram para um pré-Grito dos Excluídos realizado na Praça do Bambuzinho, na Avenida Souza Filho, área central da cidade.

A mobilização desta terça começará com um cuscuz coletivo no café da manhã. Em seguida haverá o grande ato, que terá protestos contra políticas do governo federal e por maior participação popular, trabalho e rendA, saúde, educação, comida e moradia.

Por se tratar de uma atividade solidária, a comissão organizadora pede que cada participante leve um quilo de alimento não perecível, cuja arrecadação será distribuída para famílias em situação de vulnerabilidade social, através do movimento ‘Mãos Solidárias,’ de Petrolina. Os organizadores também lembram que o Brasil já tem quase 600 mil mortos pela Covid-19, “grande parte desse número causada pela falta de políticas governamentais que garantam vacinação para todos os brasileiros”, afirmam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar