Estudantes de Petrolina desenvolvem atividades pedagógicas em comemoração à Semana da Pátria

O mês de setembro chegou e com ele as celebrações em alusão à Independência do Brasil. Nesse sentido, seguindo a orientação da Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria Educação, Cultura e Esportes, foram realizadas atividades pedagógicas trabalhando a importância da data cívica.  Os Novas Sementes, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI’S) e Unidades com pré-escolas da Rede Municipal de Ensino realizaram a culminância do projeto ‘Pátria Amada’. Mais de 17 mil estudantes puderam participar das ações que buscam estimular desde cedo o patriotismo nas crianças.

Na programação do projeto pedagógico, os alunos juntamente com seus familiares, visitaram as unidades de ensino para conferir de perto seus desenhos e pinturas que mostram a importância dos símbolos da Pátria, como o Hino, a Bandeira e o Selo Nacional. Vestidos de soldados, os estudantes também tiveram aulinhas de história e desenvolveram atividades cívicas de recortes e colagens, que estimulam o patriotismo, ao mesmo tempo em que estimulam a coordenação motora.

 A secretária Executiva da Primeira Infância, Poliana de Castro, destacou que todas atividades pedagógicas desenvolvidas com os estudantes, estão contidas no Projeto ‘Oba é Hora de Brincar e Aprender’ que evidenciam as datas comemorativas e cívicas. “Além de estimularmos o sentimento de nacionalismo e amor ao nosso país, trabalhar datas importantes, como a independência do Brasil, faz com que nossos alunos não somente conheçam a história, mas se sintam parte dela. Através desses trabalhos também incentivamos aspectos da aprendizagem, concentração e arte”, explana Poliana.

A secretária Executiva ainda ressalta que o maior desafio, principalmente em tempos de pandemia e ensino remoto, é garantir o pleno desenvolvimento dos alunos através dos vários processos de aprendizagem. “O trabalho com projetos pedagógicos nos aproxima muito desse objetivo, pois é com base na metodologia utilizada, que conseguimos a participação assídua dos nossos alunos e pais. Temos total consciência que a educação não se faz sozinha, por isso envolvemos as famílias. E o mais gratificante é ver o grande salto de participação deles junto a educação dos seus filhos”, finalizou Poliana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar