Ministério do Turismo lança série com projetos inovadores de turismo acessível

Ação foi criada para complementar o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Pasta no reconhecimento de iniciativas acessíveis no setor

Em mais uma ação para celebrar o Dia Mundial do Turismo (27.09), o Ministério do Turismo lança, nesta terça-feira (28.09), a websérie “Turismo Mais que Especial”. Pelas redes sociais da Pasta, os internautas poderão conferir projetos promovidos por alguns dos principais destinos brasileiros envolvendo atividades turísticas para pessoas com algum tipo de deficiência. A iniciativa vem ao encontro do tema instituído pela Organização Mundial do Turismo (OMT) em 2021: “Turismo para o crescimento inclusivo”.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou a importância de se ter iniciativas como essa para que todos, independentemente de sua condição física, possam aproveitar os destinos turísticos brasileiros. “A acessibilidade é uma das nossas prioridades à frente do Ministério do Turismo. Sabemos da necessidade de se investir cada vez mais em ações e infraestrutura que possibilitem o acesso de pessoas com alguma deficiência às belezas do nosso Brasil. Vamos elevar o nosso país a um novo patamar, podendo até mesmo virar referência em acessibilidade em nosso setor”, destacou o ministro.

Para começar, a série apresentará o projeto “Salvador pra Cego Ver”. A iniciativa pretende, a partir da audiodescrição, apresentar a cidade de Salvador a baianos e turistas com deficiência visual (cegos ou com baixa visão), além de traduzir para a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) todo o conteúdo cultural e dados históricos da primeira capital do Brasil, promovendo uma prévia do que pode ser o turismo no pós-pandemia: mais empático, inclusivo, acolhedor e receptivo. O projeto contou com recursos da lei Aldir Blanc, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Além do projeto baiano, a série trará casos de sucesso, como o de Socorro, em São Paulo, e o “Praia Acessível”, de Fortaleza (CE). Este último, inclusive, foi um dos premiados no Prêmio Nacional do Turismo de 2019, na categoria “Turismo Social”. A série também trará um projeto da capital federal que desenvolveu guias de atrativos arquitetônicos e religiosos para pessoas com deficiência.

AÇÕES DO MTUR – Hoje, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,2% da população brasileira possuem algum tipo de deficiência. A acessibilidade é uma preocupação constante do Ministério do Turismo. Uma das ações desenvolvidas pela Pasta é o Programa Turismo Acessível, que prevê iniciativas voltadas à promoção da inclusão social e do acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida a atividades turísticas. O trabalho complementa outras inciativas desenvolvidas no âmbito do governo federal para a garantia de condições dignas de vida, a plena participação na sociedade e a igualdade de oportunidades a todas as pessoas com deficiência.

LEI ALDIR BLANC – A Lei 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc, foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em 29 de junho de 2020. O texto prevê o repasse de R$ 3 bilhões a estados, municípios e Distrito Federal para ações emergenciais na área de Cultura durante o estado de calamidade em função do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar