Ministério do Turismo aquece o “arraiá” do Brasil com playlist típica do São João

Seleção de músicas inclui clássicos dos festejos juninos que nunca saem de moda

Olha que isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais!”, é o que diz a clássica canção do José Domingos de Morais, o nosso mestre Dominguinhos. A música, mesmo que involuntariamente, nos transporta para um dos maiores eventos do país, que permaneceu em pausa nos últimos dois anos por conta da pandemia de Covid-19 e que, agora, volta com força total: os festejos juninos. E, neste ritmo de São João, o Ministério do Turismo aquece o “arraiá” do Brasil disponibilizando uma playlist para preparar ou acalmar o coração ansioso dos brasileiros que não aguentam mais esperar.

“Estamos vivendo um momento único de retomada do turismo e os preparativos para as festas juninas são provas disso. Elas valerão por duas neste ano porque a espera finalmente acabou!”, comemora o ministro do Turismo, Carlos Brito. Estimativas apontam que o São João é responsável por movimentar mais de R$ 1 bilhão apenas na região Nordeste.

Com uma seleção de 21 músicas, a lista do Ministério do Turismo no Spotify destaca canções que nunca saem de moda na voz de personalidades como Dominguinhos, Luiz Gonzaga, Alceu Valença e Lucy Alves. Confira AQUI.

CALENDÁRIO DE EVENTOS – Entre os mais de 30 festejos já cadastrados no Calendário Nacional de Eventos do Ministério do Turismo para este ano, está o São João de Caruaru (PE), que começa em 04 de junho. Além deste, faz parte ainda do Calendário o Bumba-Meu-Boi de São Luís, reconhecida como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Iphan e da Humanidade pela Unesco e que movimentará a capital maranhense a partir de 14 de junho.

No município de Corumbá (MS), a partir de 22 de junho, turistas e moradores poderão matar a saudade do Arraial do Banho de São João, uma prática tradicional e secular do estado. Durante a festa são realizadas várias atividades como os Concursos de Andores e de Quadrilhas. Em 2021, o Banho de São João foi declarado patrimônio da cultura imaterial do Brasil pelo Iphan. Para conferir a lista, clique AQUI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar